Publicidade

Publicidade

23/09/2008 - 14:54

O melhor tirador de chopp do Brasil

Compartilhe: Twitter

Lembram daquele concurso de tirador de chopp para jornalistas? Pois é, como já tínhamos dito na semana passada, a função era só uma prévia divertida para o que estava realmente em jogo: o título de melhor tirador do chopp do Brasil!

Oitenta e quatro pessoas, de 13 estados, participaram do 3º Brasil Master Chopp, a eliminatória para indicar o representante brasileiro no World Draught Master, campeonato mundial da categoria, em Leuven, Bélgica, berço da Stella Artois.

Não por acaso, a competição principal é realizada com o chopp de Stella, utilizado também no mundial. Mas como o néctar belga é bastante recente no Brasil, a grande massa dos bares tupiniquins manda é concorrentes para o Chopp Brahma Master, competição paralela, que, como o próprio nome diz, escolhe o especialista nas torneiras da AmBev.

À primeira vista até pode parecer um concurso de miss, mas esses são os quesitos avaliados pelo júri: habilidade, destreza, simpatia, qualidade do serviço e respeito ao ritual. A última parte a Lígia já explicou – são os nove passos que devem ser seguidos à risca para tirar o nobre chopp Stella.

Não sei o que vocês acharam, mas adianto, com conhecimento de quem tirou um honroso quinto lugar na prova dos jornalistas, que não é fácil não. Experimente unir louça lavada + coordenação motora + geometria + timing + carinho + equilíbrio + controle para não meter a boca no copo, tudo em um curto espaço de tempo e com um sorriso deslumbrante no final? Só depois de muito treino.

Vivian e XXXE o nome do atleta escolhido para representar o Brasil na olimpíada belga é… Vivian Aline Salmeron da Silva! Isso mesmo, ponto para o time das mulheres, que parecem estar se tornando hegemônicas no “esporte” – no ano passado, a campeã mundial foi Erin Carroll, uma neozelandesa de Auckland.

Vivian foi a representante do Bar Charles Edward, de São Paulo, seguida de perto por Marcelo Brandão (Tehama Tex Mex, Porto Alegre) e Pedro Augusto Costa (Seo Rosa Gramado, Campinas). Já o especialista em chopp Brahma, que ganhou o direito de ir torcer para Vivian na Bélgica, é Gilvandro Andrade Trindade, do bar Genuíno, também de São Paulo. Além da viagem, os dois vencedores embolsaram um prêmio de R$ 4 mil. Vai dizer que não dá vontade de largar tudo e ir pra trás do balcão?

***

Primeiro post, e o cartão de visitas habitual: repórter de cultura e música do iG, grande fã das pilsens belgas (e amante de uma certa cerveja de morango britânica). Após experimentar a mistura entre maracujá e Gabriela paratiense, descobri que a melhor caipirinha pode ser mesmo lá em casa.

Autor: - Categoria(s): Eventos Tags: ,
17/09/2008 - 00:00

O ritual para uma Stella perfeita

Compartilhe: Twitter

No Campeonato de Tirador de Chopp para Jornalistas a gente competiu tirando chopps Stella Artois. GENTE, é uma das minhas cervejas do coração, fiquei muito feliz quando soube que iamos aprender com ela. Confesso que nunca tinha bebido o chopp, só a cerveja, então estava ansiosa para provar a Stellinha – mais legal ainda ela tirada por minhas próprias mãos :D

Eu sabia que a Stella era uma cerveja de tradição e tudo – afinal vem escrito no rótulo que ela é fabricada desde 1366 – mas ainda não conhecia o ritual para servir Stella Artois. Foi aí que entrou em cena Andrei, nosso PROFESSOR DE TIRAR CHOPP, para ensinar os nove passos para servir uma Stella perfeitinha. Sim, são NOVE passos, e tivemos que repetir todos eles no campeonato. Não é fácil de lembrar de todos ali na hora do vamos ver, mas nos ensinaram direitinho, olha só:

(Se você não conseguir assistir ao vídeo aqui, assista no YouTube)

Vou explicar aqui por escrito como as coisas funcionam, se você quiser pode tentar em casa ;)

Passo 1 – A Purificação – Consiste em deixar o cálice perfeitamente limpo e gelado. Para isso, muito detergente, esfrega-esfrega e água gelada. Sua mão vai gelar também, mas tudo por um chopp perfeito! Pra ver se está limpinho, olhe o cálice contra a luz.

Passo 2 – O Sacrifício – Ai que dó: o primeiro jato de chopp tem que ser descartado. Isso pra evitar que a bebida que já está no “caninho” da chopeira vá para seu cálice. Esse jatinho pode estar quente, eca…

Passo 3 – A Alquimia – Ô coisa linda… com o cálice a 45°, você derrama o líquido dourado (emoção!) O chopp circula no fundo do cálice, formando a proporção ideal entre cerveja e espuma. Já dá pra começar a salivar.

Passo 4 – A Coroa – Também conhecida como colarinho. Para a coroa ficar linda, você deixa o cálice na posição vertical. Aí a cerveja não entra em contato com o ar, e o sabor fica intacto.

Passo 5 – A Remoção (que o professor chamou de reverência) – Fecha-se a torneirinha sem deixar nenhuma gota extra cair no cálice. Nem fora dele, né? Já basta o desperdício do começo…

Passo 6 – A Guilhotina – Elimina-se o excesso de espuma do cálice com uma espátula liiiinda. A espátula também tem que estar a 45°. Só pode passar a espátula uma vez, e COM AMOR. Nem muito rápido, nem muito devagar. Com isso você tira as bolhas maiores, que podem estragar seu chopp, e só deixa as bolhinhas pititicas, que deixam a coroa cremosa. Sabe?

Passo 7 – A Regra dos Dois Dedos – ALÔU CARIOCAS, ESSA É PRA VOCÊS: chopp tem que ter colarinho! Dois dedos (uns 3cm) de colarinho, pra manter a bebida geladinha e saborosa. E pra fazer aquele bigodinho maroto.

Passo 8 – A Limpeza do Cálice – Achou que já estava na hora de beber? Nããããão (é um pouco frustrante, eu sei). Depois disso tudo, o cálice volta pra uma banheira de água limpa e recebe um banho final, pra eliminar qualquer vestígio de chopp do lado de fora. Sua mão vai gelar de novo, mas você está quase lá.

Passo 9 – A Honra – AEEEEE! Pode beber feliz sua Stellinha perfeita. E exibir seu vasto conhecimento dos 9 passos na próxima mesa de bar!

Autor: - Categoria(s): Eventos, Se meu copo falasse..., Utilidade pública Tags: , , ,
16/09/2008 - 15:18

I Campeonato de Tirador de Chopp para Jornalistas

Compartilhe: Twitter

A gente já tinha dito que ia marcar presença, né? Então hoje pegamos um táxi – claro – e fomos defender a camisa do Bebidinhas no campeonato. Na verdade a competição entre jornalistas era um “esquenta” para o 3º Brasil Master Chopp, etapa brasileira do World Draught Master 2008

 

Vamos ser honestos: a gente não conseguiu nenhum lugar no pódio, uma pena. Eu, “The Bad”, fiquei em quarto lugar, Marco “The Gaucho” ficou em quinto, e Marcelo “The Good” ficou em nono lugar. A honra do pódio ficou para os três da fotinho ao lado: em primeiro lugar Marcelo Jucá, do Gastronomia e Negócios; em segundo lugar Juliana Crem, do Guia da Cerveja, e em terceiro lugar Cleo Tassitani, do Destaque SP. Mas a gente deu muita risada, aprendeu os 9 passos do ritual para tirar um chopp Stella Artois e saimos de lá com vontade de fazer isso mais vezes, nem que seja em nossas próprias casas ;)

Nos próximos posts vamos explicar os 9 passos do ritual e contar nossas experiências do outro lado da chopeira. E, claro contar quem foi o grande campeão da competição SÉRIA, que reúne os maiores tiradores de chopp do Brasil. Aguardem ;)

 

Autor: - Categoria(s): Causos, Eventos, Se meu copo falasse... Tags: , , ,
Voltar ao topo