Publicidade

Publicidade
17/09/2008 - 19:10

Clássicos paulistanos: batida de amendoim no Jabuti

Compartilhe: Twitter

O Jabuti é um botequim aberto há mais de quarenta anos na Vila Mariana, em São Paulo, e que até hoje é célebre por dois motivos: a porção de calabresa no álcool (a tal Joana d’Arc) e a batida de amendoim que leva o nome da casa.

Devo dizer que a idéia de misturar amendoim com álcool nunca me pareceu das melhores. Mas, como a tal batida é um dos drinques mais tradicionais de São Paulo, meu dever como colaborador do Bebidinhas era experimentar.

De cara, a bebida me pareceu um pouco aguada – culpa do gelo derretido que ficou concentrado no alto do copo. Nada que uma boa mexida não resolvesse, ainda bem.

A segunda impressão foi a de estar bebendo uma espécie de paçoca líquida. É que o drinque é quase pastoso, e o gosto de amendoim é bem forte. É estranho, mas, como é docinho, desce fácil.

A receita exata é segredo da casa. Mas dá para sentir que, além de gelo e amendoim, a receita leva cachaça e licor de cacau, e ainda um pouco de leite condensado.

Um amigo me passou uma receita que, diz ele, fica bem parecida com a batida do Jabuti. Vai leite, acredite se quiser! Vão cinco colheres de sopa de pasta de amendoim, uma lata de leite condensado, duas latas de leite, quatro doses de cachaça e uma dose de licor de cacau.

É só bater tudo no liquidificador e deixar um tempo na geladeira. Na hora de servir, misture com algumas pedras de gelo. E mexa bem, senão fica aguado na parte de cima!

Meu veredito: vale só como curiosidade. Tanto que, para acompanhar a igualmente famosa calabresa no álcool da casa, preferi o bom e velho chope. Meu veredito: chope ótimo, calabresa melhor ainda!

O Jabuti fica na esquina da ruas Joaquim Távora e Conselheiro Rodrigues Alves, na Vila Mariana, em frente ao Instituto Biológico. Quem freqüenta recomenda as caipirinhas e porções de frutos do mar. Não experimentei, mas boto fé.

Antes que eu me esqueça: o preço! A batida de amendoim pequena custa R$ 7 e a grande sai por R$ 12.

***

Seguindo a tradição do Bebidinhas, o primeiro post pede apresentação. Sou editor de música e cultura aqui no iG, fã de David Bowie, escritores argentinos, quadrinhos da Marvel e um montão de filmes. Na minha opinião, a melhor bebida do mundo é aquela mistura de gim, água tônica e uma rodelinha de limão.

Autor: - Categoria(s): Provamos, Receitas, São Paulo, Vila Mariana Tags: , ,

Ver todas as notas

7 comentários para “Clássicos paulistanos: batida de amendoim no Jabuti”

  1. leleivagabundo@yahoo.com.br disse:

    se for dirigir nao beba se for beber me chame urgente

  2. ingrid disse:

    eh sempre bom experimentar novos drinks.

  3. Shin disse:

    Realmente a “Joana D’Arc” é fantástica.
    Eu, como não gosto de amendoim e coisas desse naipe, não gostei desse drink aí quando tomei!

    Mas para universitários pobres e pé-rapados, que nem eu, esse bar/boteco tradicional é muito bom! =D

    (e o mais legal é que fica em frente a “Gotham City”!!)

  4. cristiane disse:

    Beber é bom, mas dirigir bebado é horrível…Se for dirigir não beba, chama um taxi…

  5. Likinha disse:

    Deve ser uma delicía@@@@@@……

  6. eu amei essa batidinha..é uma delicia..

  7. mais cuidado qdo for dirigir….

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo